Brasília 08:08:05
Lisboa 08:08:05
Cotação Euro:
Nacionalidade Portuguesa

Portugal é o segundo país que mais concede cidadanias na Europa

Publicado em 13-04-2022
Portugal é o segundo país que mais concede cidadanias na Europa Pedestres na Avenida dos Aliados, no Porto, em foto de arquivo | Pixabay/Divulgação

Portugal é o segundo país da União Europeia que mais atribui cidadania aos estrangeiros.

É um fato que os brasileiros conhecem bem. Afinal, os pedidos feitos por cidadãos do Brasil aumentaram 141% de 2010 a 2020.

Agora, o serviço de estatísticas da União Europeia, o Eurostat, revelou que Portugal ocupa a segunda posição no ranking de concessões totais de 2020.

Na taxa que mede as atribuições de cidadania à população imigrante residente, Portugal alcançou 5,5% entre 100 estrangeiros e ficou em segundo, atrás da Suécia, com 8,6%.

É um número acima da taxa da União Europeia, de 2%. Acima dessa média, além de Suécia e Portugal, estão a Bélgica, Espanha, Itália, Finlândia e Holanda.

As recentes mudanças na Lei da Nacionalidade em Portugal ao longo dos anos contribuíram para este segundo posto na União Europeia. O país enfrenta uma crise demográfica e precisa de mão de obra.

Recentemente, a nacionalidade concedida aos descendentes dos judeus sefarditas, perseguidos pela Inquisição, motivou uma outra alteração para dificultar o acesso. Foi motivada pelo fator Roman Abramovich, oligarca russo ligado a Putin e cidadão português.

No mesmo decreto de alteração, Portugal ampliou o benefício às crianças nascidas no país, até se os pais imigrantes estiverem em condições irregulares de residência.

Fonte: https://blogs.oglobo.globo.com/portugal-giro/post/portugal-e-o-segundo-pais-que-mais-concede-cidadanias-na-europa.html